• Instituto Linha D'Água

Diálogos na Linha D’Água - O protagonismo da sociedade no uso público de ilhas costeiras

Atualizado: Mar 19

Diálogos na Linha D’Água vai discutir sobre a gestão compartilhada e a construção conjunta de medidas para o uso público em ilhas costeiras.



O Instituto Linha D’Água promove debate ao vivo no dia 25 de março, às 17h, com dois representantes de projetos apoiados sobre o uso público em áreas marinhas protegidas. Durante a live, também será realizado o lançamento do documentário Madracis, produzido pelo LABECMar/Unifesp com apoio do Instituto.

No âmbito dos programas de Áreas Marinhas Protegidas e Negócios Associados à Conservação, o Linha D’Água apoiou, entre 2019 e 2021, o projeto “Subsídios Técnicos e Mobilização Social para o Plano de Ordenamento Turístico da Ilha da Queimada Grande” e, entre 2019 e 2020, a estruturação do “Plano de Ordenamento e Gestão Comunitária para o Uso Público Sustentável da Ilha das Couves”. Em comum, as iniciativas trazem o protagonismo da sociedade na condução de pesquisas e na construção de acordos coletivos para o uso das ilhas costeiras no litoral paulista, além, é claro, do fortalecimento da participação social dos atores envolvidos.

Para sua primeira live de 2021, o LDA convida o professor Guilherme Pereira Filho, do LABECMar/Unifesp, e Patrícia Silva, liderança da comunidade caiçara de Picinguaba, em Ubatuba-SP. Ambos conversam com o coordenador executivo do Instituto, Henrique Kefalás, sobre estas duas iniciativas e outras que já passaram pelo Instituto, com a mesma temática. O objetivo é refletir sobre a riqueza da relação entre os múltiplos atores e como, a partir desses diálogos, é possível avançar para o uso público inclusivo e as melhores práticas de conservação socioambiental das áreas marinhas protegidas.

A live será dia 25 de março, a partir das 17h, no site do Instituto Linha D’Água (www.linhadagua.org.br). Não é necessária inscrição prévia, pois será um evento aberto e gratuito.


Ao final da conversa, será lançado o documentário “Madracis”, que conta sobre a descoberta do recife de coral mais ao sul do Atlântico, na Ilha da Queimada Grande. O documentário foi feito pelo LABECMar/Unifesp e é um dos resultados do projeto apoiado. Além do vídeo, o projeto iniciou um intenso diálogo com as pessoas que visitam a ilha e produziu um mapeamento dos diferentes usos feitos neste lugar. A expectativa é que esta iniciativa, junto com a gestão da Área de Proteção Ambiental - APA Marinha do Litoral Centro, crie as condições para iniciar um ordenamento participativo da Ilha da Queimada Grande.


A descoberta do recife aconteceu há pouco mais de um ano do início do projeto e trouxe novos elementos para o desenvolvimento do Plano de Manejo da APA Marinha do Litoral Centro, tais como a criação de uma Área de Interesse Turístico. A Ilha da Queimada Grande está localizada entre o municípios de Itanhaém e Peruíbe (SP) e é utilizada por pescadores profissionais, amadores e esportivos, por praticantes da pesca submarina e do mergulho livre.

Serviço

Diálogos na Linha D’Água - O protagonismo da sociedade no uso público de ilhas costeiras

Dia 25 de março (quinta-feira) às 17h

http://linhadagua.org.br


Documentário Madracis

Produção: LabecMar/Unifesp e Trevo Produções

Apoio: Instituto Linha D’Água

Roteiro, produção, edição e direção: Roberta Ramos Franco

Lançamento dia 25 de março de 2021, após a live Diálogos na Linha D’Água, no canal do Labecmar no Youtube:http://bit.ly/YT_labecmar

137 visualizações0 comentário